sexta-feira, 18 de maio de 2012

Mãe

Mais uma vez atrasada... mas ainda dentro da semana... aqui vai um post sobre o segundo tema do mês do desafio do blog Alma de Mãe...

Quando era adolescente não queria ser mãe, não por não gostar de bebés, mas pelo medo do parto e da responsabilidade!! A minha relação com a minha mãe tinha dias... lembro-me dela sempre na cozinha, ou a limpar, isto tudo depois de um dia intenso de trabalho... eu não era grande ajuda, não me saia "da alma" ajudar no que quer que fosse (excepto a arrumar o meu quarto!!). Creio que criei a ideia de que as mães passavam o tempo a trabalhar, e como com as minhas amigas era o mesmo, não gostava nada de passar a vida assim.

O tempo passou e ... tarde, bem tarde... chegou-me o impulso de ser mãe, não sei se foi hormonal, se foi porque as minhas amigas mais próximas estavam grávidas ou já eram mães!

Nessa altura queria ter dois filhos de seguida, mas quando a primeira gravidez correu mal... muito mal mesmo... pensei não querer mais filhos, foi um trauma muito grande... mas... o destino trocou-me as voltas e, um ano depois de ter perdido o bebé, já estava grávida outra vez.

Foi uma gravidez feliz, mas muito, muito stressante, foi aqui que percebi que iria ser sempre assim, estar sempre preocupada com outro ser, muito mais do que comigo própria... 

O dia em ela nasceu e foi um dos dias mais felizes da minha vida (o do bebé foi outro)!!

Dediquei-lhe todo o meu ser... até demais (segundo aquele que foi teletransportado para segundo plano)... mas não me livrei dos ataques de pânico (aumentados depois da 1ª experiência) e passava os dias a chorar pois tinha medo de morrer e deixar a bebé sozinha... por isso só 5 anos depois consegui estar minimamente preparada para uma nova tentativa...

O bebé acalmou mais a minha ansiedade, não sei bem porquê. Ser mãe de duas crianças é complicado, pois não quero que mais tarde me digam que preferia um ou outro... é dificil, mas sinto-me mais cheia, mais completa com duas crianças!!!

Ser mãe é o maior desafio que tive na vida, não há qualquer tipo de preparação, e não há volta atrás... na minha vida há um AM e um DM (antes de ser mãe e depois de ser mãe).

Na fase AM - perdia muito tempo a fazer coisas, reclamava que não tinha tempo para nada ... mas estava tipo controlado, digamos, tinha uma vida planeada e sem grandes contratempos!!

Na fase DM - Não percebo como é que antes não tinha tempo para nada... hoje os meus dias têm que ser aproveitados ao segundo, os meus filhos sempre em primeiro lugar, consigo estar feliz mesmo tendo dormido 4 horas, há dias que nem ponho o rabito no sofá, tenho que aprender a organizar a casa, fiquei coração mole (mesmo com os meus alunos), descobri que é possível gostar incondicionalmente de alguém!!! E penso porque é que não fui mãe mais cedo!!! Para além disso, tenho que saber gerir contratempos...

A minha analogia da vida AM e da DM é a de uma máquina de lavar, na fase AM estamos em lavagem... na fase DM estamos em constante centrifugação!!!

Ser mãe de um é uma carga de trabalhos... de dois, são duas cargas de trabalhos... mas é como a minha psicóloga dizia, o amor de uma mãe, ao ter dois filhos, não se divide... duplica!!!

-Young Mother and Two Children- by Mary Cassatt
"Young Mother and Two Children" (1908) (at right), by Mary Cassatt (1844-1926). Oil on canvas.

8 comentários:

  1. Não poderia concordar mais com o AM/DM, por incrível q pareça, ao terceiro a adaptação é muito mais fácil (pelo menos para já).Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Depois de ser mãe nada fica como antes, mas é tão bom!!! :)

    ResponderEliminar
  3. Adorei o teu texto... Está já adotado como o meu preferido da semana. Com dois nem tens tempo de pensares em ansiedades!!! ;) beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;) É verdade!! Ainda bem que gostaste!!
      Bjocas

      Eliminar
  4. Gostei muito daquilo que escreveste, e gostei da analogia com a máquina de lavar :D Antigamente eu queria ter filhos muito cedo, mas ultimamente começo a achar que prefiro atrasar um bocadinho e aproveitar os anos sem estar na centrifugação :P

    Beijinhos, tem um bom fim-de-semana e diverte-te com a tua família ;)

    ResponderEliminar
  5. Gostei sobretudo do AM e DM, acho que todas nós que somos mães reconhecemos perfeitamente essas fases na vida! Mas não trocaria o DM pelo AM nunca. Ser mãe é demasiado bom.

    Bjinho

    ResponderEliminar
  6. Está muito giro o teu texto... a analogia com a máquina de lavar, muito bem apanhada!
    Ser mãe é fantástico!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito do teu texto Ana e é verdade, de inicio queixamos-nos de falta de tempo mas depois vamos conseguindo dominar esse problema. Tenho um miminho para ti no meu blog http://9meseseumavida.blogspot.pt/2012/05/sandra-presenteou-me-este-selinho-todo.html

    Beijinho ;o)

    ResponderEliminar